Carboidratos: mitos e verdades

por | out 13, 2020 | Alimentação | 0 Comentários

Sempre que começamos a mudar de hábitos, pensamos demais nos males que o carboidratos podem trazer para nossa dieta ou como esses alimentos devem prejudicar o rendimento dos exercícios. Em dietas mais restritivas e alguns casos sem orientação, ele é completamente retirado da alimentação diária.

O problema é que muitos esquecem as ações positivas que o carboidrato traz para o organismo, principalmente em um processo de emagrecimento aliado a ganho de massa. Ele é essencial, se consumido com orientação de profissionais, como nutricionistas. Só que ainda assim é preciso observar quais carboidratos são os mocinhos e quais são vilões.

Hoje vamos quebrar alguns mitos e mostrar verdades sobre os carboidratos, que englobam alimentos de origem vegetal, como batata, feijão, mandioca (aipim), entre outros, que se consumidos corretamente são benéficos.

 

O que são carboidratos?

Os carboidratos têm uma composição química: carbono, hidrogênio e oxigênio. Quando o alimento tem essa composição, é chamado de carboidrato, ou hidrato de carbono. A maioria dos alimentos que consumimos, principalmente no Brasil, é carboidrato: arroz, feijão, farofa, mandioca.

Como esses alimentos sempre fizeram parte do prato brasileiro, em que momento ele se tornou o vilão e passou a sair da rotina das famílias? O que aparece nesse percurso é a restrição nas dietas e a busca pelo corpo magro, que parece ser atingido só com zero carboidrato, ou “low carb”.

 

Carboidratos: mitos e verdades

Veja algumas histórias que já ouvimos e acreditamos sobre os carboidratos. Tem coisas que você nem irá acreditar que seja mentira, já que é um comportamento repetido por várias pessoas em sua rotinas: elas nem sabem que não precisa.

Carboidratos à noite engorda

Mito. O horário que você vai comer carboidrato não vai influenciar na sua perda ou ganho de peso, desde que seja consumido na quantidade correta. É importante destacar que ele precisa ser consumido de forma distribuída ao longo do dia, com orientação de um(a) nutricionista. Existem planos alimentares que vão indicar consumir a noite, em poucas porções.

Consumir antes de exercícios

Verdade. É importante, pelo menos uma hora antes de treinar, comer carboidratos leves. Não faz bem comer muito alimentos como arroz, feijão, mandioca, pouco tempo antes de se exercitar porque vai tirar seu rendimento e você pode até passar mal. Comer tapiocas, ovos com farinhas leves são as atitudes mais indicadas.

Arroz branco nunca mais

Mito. O arroz branco é rico em fibras e indicado para alguns casos. Por mais que ele seja um dos maiores vilões em dietas, ele é muito indicado para quem procura ganhar massa ou até para competidores, sempre com orientação médica e em porções pequenas ou até grandes dependendo do objetivo.

Glúten engorda

Mito. O glúten será proibido para celíacos, por exemplo. Cortar o glúten da sua alimentação diária pode até ser bom em alguns aspectos, mas na rotina, não mudará nada se ingeri-lo diariamente caso não ter doença relacionada. Se gostar e precisar, consuma glúten sem problemas.

Pão francês prejudica

Verdade. Por mais que o pão francês faça parte do cardápio do brasileiro, consumi-lo com excesso, três vezes ao dias, pode atrapalhar seu processo de emagrecimento. O pão é um dos carboidratos mais pesados, cheio de açúcar, que faz mal à saúde, sendo perigoso até para a saúde dependendo da frequência.

 

Conclusão

Não será o carboidrato, isolado que vai atrapalhar sua dieta: é você mesmo. Tudo pode ser consumido, desde que seja orientado por profissionais, sem excesso, com disciplina. O que vai te emagrecer ou engordar são os hábitos alimentares e escolhas diárias, não cortar de vez os carboidratos da sua vida. Procure nutricionistas e profissionais de educação física para ter uma relação melhor com os carboidratos.

Quer conhecer o melhor pacote de treino e nutrição por app para atingir seus resultados? Conheça Atleta Livre + My nutri  

 

 

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *